Adversidades

O ser humano de hoje passa, em média, por 23 adversidades por dia nas diversas áreas da vida, não estando equipado com recursos que permitam lidar ou prosperar com elas. Por conseqüência, acaba reagindo de acordo com as suas crenças, valores, capacidades e comportamentos que dispõe no momento e que, às vezes, necessitam de um “ up-grade ” para gerar mais eficiência, segurança e otimismo.

A somatória de adversidades adquiridas ao longo de um tempo e a falta de recursos para superá-las podem, em algumas vezes, parecer que o peso do mundo está sobre os ombros e que a pessoa deve carregá-lo com dor e sacrifício.

A falta de capacidade para superar um obstáculo se assemelha a quando não encontramos a saída de um labirinto podendo nos direcionar para um estado de impotência, pessimismo e vitimação. Talvez você já tenha encontrado pessoas nessa situação dizendo: “ A vida é assim mesmo... ”;“ Eu não tenho sorte... ”; “ A vida é dura... ”; “ Acho que eu nasci nessa vida para sofrer... ” e tantas outras frases que perpetua o estado em que se encontra.

Indivíduos e empresas que são derrotados pela adversidade possuem sintomas que podem ser: tendência a culpar, reclamar, evitar responsabilidade, aversão a risco, resistência à mudança, levando à sensação coletiva de impotência e estagnação.

No momento de stress o ser humano tem duas reações mais comuns:

  • Regride, voltando a fazer coisas de maneira infantil, ou;
  • Fazer mais do mesmo, buscando algo que lhe é mais familiar.

Adversidades existem e vão continuar a existir. O grande diferencial é adquirir capacidades e comportamentos que possibilitem saber lidar com elas.

Lembre-se, dependendo de como a pessoa lida com as adversidades pode refletir diretamente sobre a saúde de seu corpo e da sua mente. Corpo e mente sadio promovem prosperidade nas áreas da vida.

Se você gostou deste artigo escreva para: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.